10

Opinião – Você ainda compra mídia física?

 

Resolvi escrever esse texto depois de ter recebido (comprei, não estamos ganhando nada de lojas, mas se alguma quiser, é só entrar em contato!) um Box fantástico da coleção Indiana Jones.SITE_Banner_BDOs filmes vem dentro de um digistek, cada filme em uma “parte” do digistek com fotos de cada filme atrás do disco e ainda um disco só com conteúdo extra.

Em volta disso, uma luva (ou capa) de excelente qualidade e resistente. Esse Box foi lançado pela Universal e é difícil acreditar no que fizeram com a trilogia De Volta Para o Futuro. Neste último, o tratamento foi desleixado e a trilogia chegou em uma caixinha de Blu-Ray.

A própria Universal que também lançou outra bela edição, com a trilogia Jurassic Park. Hoje em dia, com a possibilidade de assistir todos os filmes por internet, ainda assusta o que as distribuidoras fazem com seus títulos, principalmente aqui no Brasil.

Colecionar filmes, seja em DVD ou Blu-Ray não é coisa de massa, é um público que gosta não só de assistir o filme, como de tê-lo em mãos, olhar na prateleira e organizar da melhor forma, seja por ordem alfabética, por gênero, por ator/atriz…

Infelizmente, o Blu-Ray não pegou aqui como o DVD e filmes lançados no formato azul chegam entre R$ 49,90 até R$ 79,90. Preços absurdos, mas ainda mais absurda é a falta de atenção com o produto. Edições simples, sem bom acabamento, sem extras e desmembradas (falo do combo Blu-Ray + Blu-Ray 3D).

Será que vale a pena para quem coleciona comprar um filme só por ter? Quem quer o filme apenas para assistir não irá pagar “módicos” 50, 60, 70 mangos. E quem aceita pagar mais quer ter uma edição bacana, com arte no disco, arte interna, talvez uma luva, conteúdo extra, caso contrário é melhor pagar o Netflix, que é um serviço oficial e legal.

No meu caso, ainda compro filmes, em menor quantidade do que antigamente devido dois motivos: novas prioridades e falta de espaço. Então, hoje, compro apenas o que gosto muito, como alguns clássicos, filmes de heróis e de ação. Eu, que coleciono, já não tenho mais o mesmo prazer de comprar filmes por comprar, imagina o cara que nunca comprou filme e olha na loja um Blu-Ray por 70 dinheiros. Olha pro lado, pensa “_céloko” e sai.

As distribuidoras perdem a chance de fidelizar o público que ainda está disposto a gastar ao não lançar edições especiais, isso não é pedir muito. É gasto muito dinheiro nos filmes e muito conteúdo é gerado, por que não dar um tratamento decente?

Peguemos de exemplo o próximo grande lançamento que é Vingadores A Era de Ultron.O filme será lançado em DVD por R$ 39,90 (simples), em Blu-Ray e Blu-Ray 3D, separados, por R$ 49,90 (até aí ok) e R$ 79,90, respectivamente. Acontece que a Disney aparentemente baniu o combo (BD+BD 3D) e se você quiser as duas edições terá que desembolsar R$ 129,80 e achar espaço na prateleira, pois serão duas caixinhas. O caso gerou revolta na net e um dos blogs mais importantes no mundo do colecionismo de filmes, o Blog do Jotacê, movimentou um boicote contra o lançamento do filme.

Aparentemente, nem um boicote parece mudar a idéia de uma grande distribuidora, tendo em vista que até agora nenhuma posição da Disney foi tomada. Colecionar filmes tem sido um verdadeiro ato de insistência e amor ao hobby, já que não existe atualmente o custo/benefício. Aguardemos o futuro, sem esperança de melhoras e com cada vez mais certeza de que um dia a mídia física será engolida pela digital. Infelizmente.

Por: Rildon Santos

Bondcast

10 Comments

  1. Sou colecionador de filmes e gasto um bom dinheiro com meu hobby, mas se o tratamento dos produtos e os preços fossem mais interessantes, com certeza eu gastaria muito mais do que o que gasto hoje (e ainda dando risada) e com certeza os colecionadores de filmes iriam aumentar e muito. O Jotacê está certo em criar esse boicote, apesar de que a tendência das produtoras é ir acabando com a mídia física…

    Bela matéria Rildon e #BoicoteDisneyBR

    • Pois é Visconde, infelizmente o rumo que se segue é esse. Não sou contra a mídia digital, mas não troco a mídia física por nada. Esses dias estava assistindo um filme no Netflix e a internet caiu… filme parou. Virei pra minha esposa e falei: é por isso que ainda compro filme. Concordo com o boicote e não vou comprar o filme agora no lançamento. Apesar do combo com 3D não fazer diferença pra mim.

  2. gente admito que atualmente tenho muita mídia digital pela praticidade, mas adoro mídia física para as mais fodas e queridas, como exemplo a coleção 007 e superman. justamente pelo desinteresse na qualidade inferior que são lançados aqui no Brasil e também pelo preço absurdo não tem como ter a satisfação do que deveria ser. por gosto sim gosto de mostrar para ter, para entreter os amigos, mostrar conteúdo de extras, etc. por mim vale ter coleção física sim, mas não para tudo. ótima matéria Rildon

    • Valeu Gilberto. Esses dias eu tava em casa e olhei minha coleção de filmes, tipo, tem filme ali que não assisto faz uns 5 anos, no mínimo. Chega uma hora que você tem que pensar em ter só que gosta de verdade. E temos um “incentivo” das distribuidoras para que possamos nos controlar.

  3. Eu compro mta mídia física. O DVD mais simples. Minha última aquisição foi a 3ª temporada da série Revenge. É uma ótima qualidade. Só o q lamento um pouco é q desde q entrei na C007 e tomei conhecimento das edições estrangeiras dos DVDs fico boba ao ver q em países civilizados, fãs de cultura pop são mto valorizados. Além da mídia recheada de extras e bastidores, e tb alguns “mimos” q podem agradar fãs. Se descontarmos os impostos dos países veremos q sai mto barato. Aqui no máximo um pouquinho de extras e olha lá e por preços q pelo amor de Deus já q cobram por episódio da série um imposto p/ “ajudar” a Ancine a produzir e promover “conteúdo”. Nimguém merece! Bjo e parabéns pelo texto Rildon.

  4. Concordo com a Patthy, compro muita midia física e vejo q nos paises desenvolvidos os filmes são lançados em versões bem “recheadas” e muitas vezes com dublagem em português do Brasil e esse mesmo filme chega por aqui somente com legenda…. Fora as edições especiais lançadas por aqui que nos obrigam a comprar a edição simples junto.

    Veja o exemplo do filme “O Calhambeque Mágico” (Chitty Chitty Bang Bang) que a edição simples veio dublado, mas a edição dupla (com os extras veio somente legendado)

    Brasileiro sofre 🙁

    • Completando minha informação….
      O Calhambeque Mágico que comentei é a edição Especial de Colecionador que na verdade, a versão dupla não tem nem legenda em português (o porque do lançamento não sei) mas esse erro foi corrigido com a versão 35 anos que a simples é um requentamento da anterior e a dupla contem audio/legenda em portugues…

      Mas que uma edição esteve incorreta isso não posso negar……

    • Visconde, eu tenho o duplo de Chitty Chitty Bang Bang, ele tem legenda sim. É só vc ir no menu. Os extras dele são lindooooooooooos, tem até um trecho q fala do musical e mostra o Pierce Brosnan c/ a Halle Barry e seus respectivos pares assistindo no teatro. Ai q vontade de pular na tela. Podiam lançar o musical em DVD tb.

      • A versão q eu tava de olho nao falava de legenda, achei q teria q comprar a versão dupla por causa dos extras e a simples pela dublagem, mas sua informação me economizou alguns trocados!!! Valeu mesmo Patthy

  5. Eu colecionava DVDs depois passei para o Blu Ray, depois andando pelo mercado livre descobri o tal: Steelbook! Paixão mortal na hr gente por serem importados as famosas latas são recheadas e lindas eu comprei o mercenários 1 muito da hr, mas plim! Sem opções de português eu comprei o bku do mesmo filme nacional e substituí um dos 3 discos dentro do estojo e coloquei o da lata no blu ray normal, mas vcs precisam ver a beleza dos estojos de fora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *