16

Bondcast 0042 – Na vibe de 007 contra SPECTRE

Chegou a hora, vamos falar de 007 contra SPECTRE, este podcast foi gravado poucos dias após a estréia, emoções e frustações e muita descontração marcam este episodio que registra o nosso primeiro programa gravado logo após o lançamento de um filme.

BCB_BANNER_0042Bondcast 42 chega após dias de espera, pois todo fã está louco para ouvir nossa opinião (ou não). Sergio Vasconcelos, Giuzão Chagas, Lucian Novo e Rildon Santos recebem Léo Neves e Luis Vinicius Melione para contar como foi o dia em que viram o filme e o que acharam de SPECTRE, vigésimo quarto filme da franquia que resgata organização e vilão de filmes clássicos.

E aí, é bom ou não é?

Bondcast Brasil Will return na edição 0043

Comente também no FacebookTwitter ou mande seu e-mail para bondcast@bondcast.com.br

Aviso: O Bondcast Brasil não é jornalístico e não busca trazer um documentário completo sobre o assunto. O objetivo do nosso podcast é levar entretenimento com muito humor e as vezes um pouco de seriedade para aqueles que gostam de nos escutar.

Assine nosso feed:
https://itunes.apple.com/br/podcast/bondcast-brasil/id967616059?l=en
http://feeds.feedburner.com/bondcastbr

Tempo de Duração: 126 minutos

Lançado em: 01/12/2015

Bondcast

16 Comments

  1. Olá meninos, nossa, q cast divertido e delicioso de ouvir. Ri mto das histórias do Giu antes e durante o filme na estreia e agradeço o carinho dele se lembrar de mim ao tirar a fotoemoção elanaldo Giovanelli.
    Me acabei de rir com a história da cerveja no cinema. kkk. E inchada de orgulho por vós serem reconhecidos no cinema. No dia pensei mto em vcs e meu ♡ disparou varias vezea. Sei a emoção de ver uma pré estreia. Sobre críticos não leio. prefiro vcs. São os melhores. Sobre o filme. Bond voltou a ser Bond. Mas emoção. Chorei ao ver a Gun Barrel no começo e o nome do Albert Broccolli nos créditos. Lindo. E encontrei várias referências de cara. Inclusive a Hildebrand. Lindo. E, mais uma vez, que cast gostoso. Obrigada por dividir essas histórias conosco. Saudades de rever vcs. E a musica doSam SSmith é maravilhosa. Amo. Bjs e tudo de Bond em 2016. E te um lindo e abençoado Natal.

  2. BondCast impecável, como sempre; ainda mais com a vinheta nova! Embora eu não escute sempre, eu nunca me decepciono quando ouço! E é provavelmente o único grupo de pessoas com quem eu posso compartilhar uma ou outra coisa que vi nos filmes e acho “relevantes” como o Modigliani que aparece na cena de luta entre 007 e Patrice em Xangai ou a minha preocupação com o futuro do M, que de uma maneira o outra, perdeu a testemunha de que era o C (cujo significado já sabemos) o grande traidor do MI6. Ou mesmo como agora Blofeld tem uma nova história, bastante diferente da criada por Ian Fleming. Não há nada melhor do que ver todo mundo falando aquelas referências que só nós entendemos.

  3. Cast da medida certa. Erros e acertos apontados com louvor. Chorei por não estar nele, mas me aguardem senhores! Pois estarei de volta! Obrigado Leo por lembrar da referencia do Rato de Diamantes são Eternos

  4. Fala galera do Bondcast Brasil, mais um ótimo cast, como sempre. Gostaria muito de ter podido assistir SPECTRE com vocês, mas não foi desta vez, quem sabe na próxima.

    Confesso que demorei um pouco pra digerir o filme, devido ao plot forçado do Bond e seu “irmaozinho”, e o mau uso de alguns personagens. Acho que o subplot do Denbigh, ou C, como diria o 007, foi mal explorado e tinha muito mais potencial. Pra mim, a atuação do Christoph Waltz, salvou o retorno do Blofeld de um vexame. E concordo de que Bond não precisava ter se demitido outra vez. Mas apesar das falhas, somos obrigados a concordar que o resultado é um excelente filme clássico de James Bond, um dos melhores da franquia, cheio de referências empolgantes, e cenas de ação fantásticas.

    Só um adendo ao assunto das gunbarrels, acho que todos os problemas das gunbarrels do Craig se resolveriam se não congelassem a imagem depois do tiro e se ele usasse Smoking, afinal, o smoking é o Batsuit do 007. Ansioso pelo próximo cast da era Brosnan, grande abraço!

  5. Falaa, galera! Foi um prazer participar do 1º cast falando de spectre. Bom, minha opinião do filem esta ai no áudio, mas pra resumir, é o filme que eu queria ver na era Craig, mas não exatamente o filme que a grande maioria queria.

    Abraços!

  6. FAAALLA Galera,

    Como todos falaram, o filme é um filme de Bond, divertido, considero um ótimo filme. Mas meu sentimento ao término do filme não foi o mesmo de Skyfall, onde vibrei quando vi Bond entrando na sala do M, com Moneypenny de secretária, esperando que o próxmo fosse uma missão “normal”. Mesmo com todos os rumores, todos esperávamos um filme BOND em Spectre.

    Devo relatar que até a parte da reunião com Blofeld, sentia isso. Gunbarrel arrepiou muito! Cena pré-créditos sensacional, início do filme fantástico, Judi Dench grata surpresa. Após a perseguição nas ruas de Roma, senti o filme cair. Um dos pontos que ficou um pouco exagerado pra mim: Em certa parte do filme, me perdi na quantidade de países/locais que Bond visitou. Não me lembro de um filme onde o cenário mudou tão drasticamente e em uma velocidade incrível.

    Aí tá, fui relevando isso, pensando: “Esse deslocamento é necessário pra investigação”, apesar de ainda estar um pouco desconfortável. Aí chega a parte de “Piz Gloria”, base do Blofeld. Madeline diz “Eu te amo”. WHAT?!? Alguns dias e a paixão pela PPK já é tão grande ou maior que com a Vesper? James Bond só largou o serviço secreto por duas até então: Tracy e Vesper. Não foi uma forçada de barra absurda aquele final? Vou nem comentar novamente a questão do Blofeld e a briguinha com o meio-irmão dele, pq o Blofeld não precisaria isso!

    Bom, não quero só malhar. Tenho muito mais a comentar sobre o filme inteiro, mas é mt coisa pra digitar 🙂

    É um filme de Bond, excelente, Craig impecável. Espero que o próximo filme não seja vingança pela possível morte de Madeline e sim uma missão normal, pq de vida pessoal de Bond estamos cheios já.

    Eh isso, Bondcast 2015 acabou. Sinto-me honrado em ter participado desse grupo fantástico, contribuindo de alguma forma com vocês. Que venha 2016!!

    Abraços

  7. Eai turma , mais um ótimo bondcast , creio que esse bateu o recorde de Humor com as piadas sobre a cidade de pelotas e outras no estilo praça é nossa hahaah, obrigado também por lerem meu último coment e sim quando der gostaria de participar de algum cast, espero que quando lerem isso eu já tenha postado no grupo do face, tentarei fazer algum desenho sobre 007 e postar la, assim ficará mais fácil de dentificar, parabéns pelo cast e continuem assim , já apresentei vocês para alguns amigos e creio que estão ouvindo vocês também , Grande Abraço Galera!

  8. Vocês disseram que não há mais referencia antes da cena do helicoptero e eu acho que tem sim, na hora que ele destrói o predio na cidade do México e tudo começa a desabar tem uma hora que ele cai no sofá, isso me lembrou a cena que ele está no Japão em You only live Twice e quando o chão se abre ele cai num tunel e cai direto num sofá na sala do Tanaka.

  9. Fala pessoal. Como sempre, um ótimo Bondcast, na vibe de Spectre.
    Pra começar, quero dizer que foi um prazer e uma honra me deslocar do Paraná pra ver o filme acompanhado de vocês, com direito a um ótimo papo, uma camisa do Bondcast de brinde, e cervas geladas antes e depois do filme. E que filme!
    Concordo que tem coisas fracas no roteiro, como o vínculo de Blofeld e Bond, e também achei que o romance de Bond com Madeleine foi a jato demais. Mas o filme é excelente.
    A cena inicial achei extraordinária, principalmente a cena de Bond andando elegante pelos prédios com aquela musiquinha Bondiana ducarai atrás.
    Não vou me estender, mas só vou falar que não é o melhor filme do Craig, mas é um filme de James Bond de verdade, e por isso, tenho certeza que daqui há 10,20 anos, esse filme vai ser um dos mais vistos e revistos da era Craig, porque ali tem a essência de Bond. E isso é foda!

  10. Opa pessoal fmz? Esse Cast foi muito engraçado principalmente pelas trapalhadas da turma no cinema KKKK. Mas vamos falar do filme, achei o filme muito bom os unicos dois problemas é que a trama pela qual M passa é quase igual ao da M em Skyfall, e o Blofeld que pra mim ficou muito frio no filme nem odiava o Bond e nem amava parece que mandaram ele decorar as falas e pronto.
    Essa teoria do proximo filme ser um “Remake” do “A Serviço Secreto” pensei que só eu pensava nisso, li algo sobre Shatterhand em um fórum não sei o que é isso mas pelo o que eu entendi é algum lugar de algum livro do Bond. Li no JBBR que o proximo filme ta pra começar no proximo ano que até reforça essa “teoria” de uma continuação.
    Muito obrigado galera por animar meus dias e ter alguem pra “conversar” sobre 007 já que na minha cidade não conheço ninguem (tirando meu primo, mas ele so tem 10 anos :/ kkk). É isso ae Feliz Natal a todos da comunidade Feliz Ano novo e vem 2016. 🙂

  11. fala galera!!!!! esse cast foi demais com e irreverentes convidaods. bom quanto ao filme eu gostei bastante mas tenho que admitir o final de bond no filme saindo do MI6 foi tão brochante que foi um banho de balde fria parece que os produtores não tem planejamento no futuro, fazendo somente filmes em cima do que acontece antes aliais a barbara brocolli já anunciou que se caso graig continue seria ótimo pois queria usar bond, blofeld e Madeleine Swann.

  12. fala galera!!!!! esse cast foi divertidissimo, com as piadas do giuzão e com sua “camaradagem” no cinema com o marketto kkkkkkkkkk, além da experiência de todos na estréia e irreverentes convidados. bom quanto ao filme eu gostei bastante mas preciso admitir que quando chega o final de bond no filme, saindo do MI6 foi tão brochante e desnecessário que foi um banho de balde fria jogado no skyfall. parece que os produtores não tem planejamento no futuro, querendo ainda fazer os filmes em cima do que aconteceu nos filmes anteriores, coisa bem diferente que vimos em skyfall e na série inteira.. aliais a barbara brocolli já anunciou que se caso graig continue seria ótimo pois queria usar bond, blofeld e Madeleine Swannno bond 25, ou seja 90% de chances de OSSM 2. feliz natal antecipado a todos!!!!

  13. Grande cast, galera! Muito bom ouvir opiniões de fãs sobre o filme, ponderadas nos aspectos positivos e negativos, levando em consideração o básico e unicamente necessário quando se trata de James Bond: DIVERSÃO e ESCAPISMO. Sou novo comentando aqui. Me tornei fã de 007 desde o Festival James Bond nos idos da Globo e com Goldeneye, com 10 anos de idade na época. Estava reorganizando minha coleção de coisas sobre o personagem e, enquanto fazia isso, descobri o site de vocês e o podcast, fuçando na internet. Curto o clima descontraído e principalmente a ideia de convidar ouvintes para participar – um diferencial que torna os casts bem próximos de quem curte esse tipo de mídia, como se realmente fosse uma roda de conversa com amigos sobre um personagem tão querido. E compartilhando do cast, adorei o filme, apesar das ressalvas que todos apontaram – queria ter gostado mais da Madeleine Swan, porque ficou forçado aquele “eu te amo”, queria ter visto mais de Monica Belucci, queria ter visto mais o Mr. Hinx usando suas unhas contra o James na sensacional sequência do trem, queria ter visto o Blofeld mais ameaçador sem o papo de família. Mas é um grande filme, um Bond filme digno e, se for assim, encerra muito bem a Era Craig como o Espião que tanto nos inspira! Estou numa maratona, ouvindo vários! Mais uma vez, parabéns pelo trabalho e continuem nessa pegada em 2016 porque mais um Bondmaníaco está acompanhando vocês. Afinal, como diria Roger Moore e seu impagável humor inglês, “o costume do cachimbo faz a boca torta”.

  14. Demorei para comentar, pois está bem corrido este final de ano. Vamos lá, assisti 3 vezes o filme, não sei dizer ao certo o que penso, fiquei satisfeito, gostei bastante, mas algumas coisas me incomodaram muito, é sempre assim na era Craig, cada filme me agrada e me incomoda ao mesmo tempo. Concordo com o Sr Giuzão sobre a M e sobre o Blofeld, mais uma vez colocaram Bond em situações relacionados a vida pessoal, M a “mãe”, Blofeld o “irmão”, algumas coisas estão cansando, só falta ter como vilão um “pai” assim como Jack Bauer teve pai e irmão em umas das temporadas de 24 horas quando não tinha mais o que inventar. Os roteiristas precisam inovar, não adianta ter um excelente diretor como Sam Mendes e uma produção respeitando e buscando a essência de 007 nos filmes com roteiros tão vagos. Um filme tão bom ter um vilão tão mal aproveitado, perdido, deslocado e ainda com background de meio irmão? Cuco? Meu Deus, não adianta, vilão bom não se vê desde o Mundo Não é o Bastante e Amanhã Nunca Morre, e olha no segundo filme citado era uma coisa simples, um magnata doente pelo poder e a intriga.
    Blofeld poderia ser apenas o que ele sempre foi, o chefe de uma organização tentando dominar o mundo, pensem que ridículo seria se Hitler desse intervalos em sua guerra contra o mundo apenas para duelar com um meio irmão judeu? Fico por aqui, revoltado e apaixonado por este filme.

  15. Pessoal excelente trabalho mais uma vez, mais pessoas que gostam da franquia deveriam ouvir vocês. Com relação ao filme esperava mais, o início e bom com ação e bond sendo bond mas do meio pro final acho que eles se perdem por ex Blofeld poderia ser apenas o que ele sempre foi, o chefe de uma organização tentando dominar o mundo,meio irmao do Bond? Nossa nada haver e deixar o cara vivo?? Me ajuda e outra e aquela tortura o que foi aquilo??? As referencias aos outros filmes tbm era desnecessário na minha opinião casino royale e skyfall sao os melhores da era Craig .
    Pessoal abracos e continuem com o bom trabalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *