2

Bondcast 0071 – A morte é contagiosa para o jovem Bond

O jovem James Bond está de volta sem sua segunda aventura, muita ação, mistérios e surpresas, da Inglaterra ao mar Mediterrâneo com direito a Sociedades Secretas e professores suspeitos. Venham descobrir o que é  a Sociedade do Perigo e os segredos do Conde Ugo Carniflex!

BCB_BANNER_0071

Sergio Vasconcelos (@SeVasconcelos), Giuzão Chagas (@Giuzao), Rildon Santos (@RildonSouza), Luís Vinicius Melione (@ViniciusMelione) e Thiago Ubaldo contam como foi o segundo volume da série Young Bond, A Morte é Contagiosa (Editora Record) de Charlie Higson. Desta vez o jovem Bond se envolve com mistérios acontecimentos no colégio Eton que se desenrolam em viagem uma pelo Mediterrâneo.

Falamos sobre o primeiro livro (Missão Silverfin) no Bondcast 62, CLICA AQUI.

Assine nosso feed:
https://itunes.apple.com/br/podcast/bondcast-brasil/id967616059?l=en
http://feeds.feedburner.com/bondcastbr

Tempo de Duração: 71 minutos

Lançado em: 13/05/2018

Bondcast

2 Comments

  1. Olá meninos, tudo bem? Adorei mais uma vez ouvir sobre o Jovem Bond.Como disse várias vezes para o Serginho, eu torcia o nariz pro Jovem Bond mas isso durou apenas o tempo de eu ler o primeiro livro. O Jovem Bond tem mto de James Bond. Achei mto legal esse livro. Ele é tipo um diário de férias de um estudante porém esse estudante ñ é qquer estudante de Eaton. É “apenas James Bond” e isso faz com q as férias sejam emocionantes. Bond combatendo uma ameaça de surto provocados por mosquitos q são implantados por seres humanos. E como em 2018 essa trama estar tão atual, salvas as comparações c/ a realidade. Realmente concordo c/ o Serginho qdo ele diz q as escolas desestimulam o gosto dos jovens pela leitura, obrigando – lhes a lerem livros c/ linguagem rebuscada demais e escritos por portugueses. E vou além: aqueles “resumos para vestibular”. Um livro q li e adorei foi O Conde de Monte Cristo. O único talvez q me prendeu na época da escola . Mas no meu tempo tinha a Coleção Vagalume, escrita por brasileiros, eram estórias c/ a mesma pegada do Jovem Bond, curtas e bacanas. Vc lia e fazia a folha de atividades. Era uma delícia. Vou ler qquer dia Dona Flor e seus dois maridos pra ver se gosto. Minha tia me deu um q era dela. Vejamos. No mais, curti mto, principalmente o jovem podcaster. Q fofura meu Deus! Bjs, amo vcs.

  2. Salve Bondcasters fodas!!!

    Eu lembro de vocês falando do Young Bond há alguns episódios atrás, e sim, eu gostei bastante da série. Mas primeiro eu queria ler os livros do Flemming para poder ter a base que vocês têm para poder ler ele.

    Parabéns pelo episódio bom como sempre! Grande abraço a todos vocês e até o próximo comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *